Voltar
fev 25, 2019

Novidades

Sola de calçado quebradiça: saiba como evitar a hidrólise

A hidrólise é qualquer reação química que envolva a quebra de uma molécula por ação da molécula de água (Hidro (água) e lise (quebra)). Apesar do poliuretano ser um material extremamente resistente, perfeito para garantir leveza, conforto, segurança e estender a vida útil do calçado, ele não está livre da degradação em consequência da hidrólise.
O problema se apresenta principalmente pelo armazenamento inadequado ou falta de uso dos calçados por longos períodos. Este processo é acelerado pelo calor e alta umidade. Isso acontecerá, portanto, mais rapidamente em climas tropicais, mas também em espaços confinados (como armários) se os sapatos forem deixados úmidos. No estado mais avançado de hidrólise, a sola do PU perderá toda a sua força física, quebrando-se ou desintegrando-se. Apesar de ser inevitável, a hidrólise pode ser prevenida com algumas ações simples que garantirão uma maior vida útil para os calçados:
Utilize o sapato com constância, evitando mantê-lo guardado por longos períodos. Mantenha-os sempre secos e limpos. Armazene o calçado em locais frescos e arejados.

Todos os materiais BASF possuem alta resistência à hidrólise, garantindo que as peças tenham maior tempo de uso sem degradação por possuírem aditivos de preservação.

Image

Para que não haja riscos de hidrólise, o material ideal para sua produção são os sistemas poliéter, que garantem que esta não ocorrerá. O Sistema Poliéter Macio (Elastopan BR S 7559/105 x Elastopan SP 755) foi desenvolvido para a produção de solas e entressolas para chinelos, sapatênis monodensidade, sapatênis, sapato social e tênis monodensidade.

SAIBA MAIS SOBRE ESSE PRODUTO CLICANDO AQUI