Pular para conteúdo Pular para menu de navegação
Voltar

EcoSun Pass - Avaliação do impacto ambiental de protetores solar

EcoSun Pass

Com base no senso de responsabilidade ambiental, conhecimento científico e atenção aos desejos dos consumidores, a BASF desenvolveu uma metodologia para avaliar o impacto ambiental das formulações de protetores solar.

Os consumidores estão cada vez mais atentos aos impactos que os protetores solar podem causar no ecossistema, e principalmente como podem afetar o bem-estar dos recifes de corais, mostrando-se dispostos a reconsiderar e adaptar seus comportamentos de consumo. Em resposta a esses consumidores, algumas marcas já começaram a colocar nos rótulos de seus produtos informações quanto a biodegradabilidade de ingredientes específicos.

“Essa abordagem é incompleta e pode ser até mesmo enganosa: quando os usuários de protetor solar nadam no mar, o produto entra em contato com a vida marinha”

Pesquisas e diferentes estudos que analisam o impacto dos protetores sobre os recifes de corais ainda estão em uma fase inicial. Toda a indústria de cuidados pessoais está sendo questionada para encontrar soluções.

Quais ingredientes são prejudiciais? Qual é o impacto no meio ambiente ao colocar todos os ingredientes juntos em uma formulação?

Por isso, foi lançado o EcoSun Pass da BASF, uma metodologia que permite aos nossos clientes testarem seus produtos, incluindo todos os aspectos ambientais relevantes, antes de lançarem ao mercado.

Claro, transparente e abrangente

Até o momento, nenhum sistema cientificamente sólido e transparente estava disponível para o mercado com o objetivo de classificar e auxiliar na redução do impacto de uma dada formulação. Como líder global de ingredientes para cuidados com o sol, a BASF aceitou o desafio e começou a desenvolver uma matriz para medir o impacto ambiental destes produtos.

Esse sistema de avaliação de impacto ambiental funciona de forma independente do portfólio da BASF – avaliando os filtros UV de uma dada formulação de maneira neutra e transparente.

Em um extenso sistema de teste, as formulações são avaliadas de acordo com 8 critérios relevantes

Toxicidade aquática aguda

Quando uma particularidade de determinada substância para causar danos a um organismo aquático devido à exposição a curto prazo.

Toxicidade aquática crônica

Quando uma particularidade de determinada substância para causar danos a um organismo aquático devido à exposição a longo prazo.

LogPow

O logaritmo do coeficiente de partição entre uma mistura definida de octanol-água. A toxicidade do solvente correlaciona-se inversamente com esse valor. (O LogPow faz parte da avaliação de bioacumulação).

Biodegradação

A desintegração de materiais por microrganismos como bactérias, fungos ou outros meios biológicos.

Bioacumulação

Acúmulo de substâncias em um organismo devido à absorção de uma substância com uma taxa mais rápida do que ela é perdida por catabolismo e excreção.

Suspeita endócrina

Indicações de que uma substância pode desestabilizar o sistema hormonal dos organismos.

Toxicidade terrestre

Os efeitos de uma substância na flora e fauna terrestres.

Toxicidade para sedimentos

Os danos causados por uma substância em organismos que vivem nos sedimentos.



FALE CONOSCO

Os consumidores buscam, cada vez mais, por rituais de beleza que vão além da aparência. Preocupados com a saúde e com o meio ambiente, querem cuidados que contribuam para sua qualidade de vida e lhes proporcione bem-estar! Pensando nisso, a BASF selecionou suas melhores soluções de Proteção Solar para ajudar a sua marca atender aos diferentes perfis de consumidores.

Quer conhecer mais sobre as soluções da BASF para Proteção Solar? Entre contato conosco!

Avatar

Raquel Giacomini
Executiva Técnica para Filtros Solares | Embacaps

Telefone e Whatsapp: (11) 94123-8563
Email: raquel.giacomini@embacaps.com.br

Entre em contato conosco