Pular para conteúdo Pular para menu de navegação
Voltar
fev 25, 2018

Novidades

Tinosorb® A2B oferece proteção solar ampla com textura leve e seca

Usar protetor solar diariamente é uma recomendação unânime dos dermatologistas. Mas uma queixa comum entre os consumidores é a textura oleosa e pesada presente na maioria dos produtos disponíveis no mercado, principalmente naqueles destinados a proteger o rosto.

Normalmente os cremes e as loções presentes no mercado são compostos por uma mistura de fase aquosa, formada por ingredientes solúveis em água, e de fase oleosa, que contém ingredientes solúveis em óleo. Muitos filtros UV são solúveis em fase oleosa, o que contribui para uma sensação mais "untuosa" no produto final. Essa textura pesada se agrava com o aumento do FPS: quanto mais alto esse índice, maior a demanda por filtros UV na fórmula e, portanto, maior a carga oleosa do produto.

O filtro Tinosorb® A2B foi criado justamente para possibilitar a distribuição da carga de filtros UV entre as fases aquosa e oleosa e, consequentemente, melhorar a qualidade sensorial do produto. Tinosorb® A2B é um filtro particulado e dispersível em fase aquosa com 50% de ingrediente ativo, a molécula Tris-Biphenyl Triazine. O produto dispensa a adição de emolientes extras para sua solubilização, permitindo a criação de formulações com um sensorial mais confortável, mesmo com um alto FPS, e oferecendo um toque seco, a textura preferida do consumidor brasileiro.

Outra vantagem do Tinosorb® A2B é que, por ser particulado, o filtro tem mecanismo de tripla ação: absorção, reflexão e espalhamento, melhorando o desempenho geral da fórmula. O filtro também apresenta alta fotoestabilidade, ou seja, é ótimo tanto para formulações de longa exposição quanto para cuidados faciais diários.

Espectros UV
Existem dois espectros de radiação UV que atingem a superfície do planeta: a radiação UVB, que provoca vermelhidão e queimaduras, e a UVA, que penetra mais profundamente na pele e é, em grande parte, responsável pelo envelhecimento da pele, além de aumentar o risco de câncer de pele. A radiação UVA é subdividida em UVA I e UVA II. A faixa de comprimento de onda correspondente à radiação UVA II é mais estreita que a do UVA I. A maioria dos filtros UVA acaba absorvendo mais na região da UVA I, deixando a região da UVA II descoberta (gráfico abaixo).

 

News Tinosorb Picture 1

 

LEGENDA: GRÁFICO MOSTRA O GAP DE PROTEÇÃO NA REGIÃO UVA II DOS PRODUTOS ATUAIS.

 

 

 

Por promover uma absorção UV na região do UVB e UVA II, o filtro Tinosorb® A2B cobre um amplo espectro e preenche uma lacuna presente nos filtros existentes até então no mercado (gráfico abaixo), contribuindo para a prevenção do câncer de pele e do envelhecimento induzido pela radiação solar.

 

 

News Tinosorb Picture 2

LEGENDA: GRÁFICO MOSTRA ALTA PERFORMANCE DO TINOSORB® A2B NA ABSORÇÃO DOS RAIOS UVB E UVA II

 


Para aumentar ainda mais o espectro de proteção, é possível combinar produtos. Por exemplo, usar o Tinosorb® A2B em conjunto com filtros que protegem contra a radiação UVA (como o Uvinul® A plus) ou com filtros de amplo espectro (como Tinosorb® M, Tinosorb® S e Tinosorb® S Aqua). Dessa forma é possível alcançar uma cobertura completa, que compreende tanto o UVA I como o II. 

 

Hábitos de consumo

O consumidor brasileiro está cada vez mais consciente da importância do uso de protetores solares e busca por filtros com FPS cada vez mais altos, tanto para longa exposição quanto para cuidados faciais diários. Esse interesse se reflete no aumento de produtos disponíveis com SPF 50, 60 e 70.

Os produtos de sun care também incorporam atributos da categoria skin care, como propriedades anti-idade e de melhora da firmeza e elasticidade da pele, especialmente para os protetores faciais, deixando-os mais atrativos para uso diário.

Se essas características ainda forem complementadas com atributos como refrescância, transparência ou toque seco, os produtos atenderão a muitos dos desejos do mercado.